Premier japonês renuncia

Agência AFP

TÓQUIO - O primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, anunciou oficialmente nesta quarta-feira sua demissão, menos de nove meses após chegar ao poder.

Em uma reunião com os principais dirigentes do Partido Democrata do Japão (PDJ), Hatoyama, 63 anos, também pediu a demissão do secretário-geral dos democratas, Ichiro Ozawa.

"Peço demissão e convido Ozawa a se demitir também", declarou.

"O trabalho do governo não foi compreendido pelo público. Perdemos sua confiança", disse Hatoyama.

Hatoyama sofria cada vez mais pressão dos democratas, após sua popularidade cair abaixo de 20%.

Vários responsáveis do Partido Democrata do Japão (centro esquerda) exigiam a saída de Hatoyama para preservar as possibilidades da maioria nas eleições ao Senado de 11 de julho.

Hatoyama venceu as eleições legislativas de agosto passado e foi designado premier em 16 de setembro.