Paraguai nega intenção de regular meios de comunicação

Agência ANSA

ASSUNÇÃO - O ministro de Comunicação do Paraguai, Augusto dos Santos, garantiu hoje que uma suposta "regulação nos meios de comunicação" do país, não faz parte dos planos do presidente Fernando Lugo.

"Isso não está na agenda do governo", garantiu Santos. A questão foi levantada nesta terça-feira pelo jornal ABC Color, que presumiu essa intenção governista a partir de uma entrevista dada pelo ministro à imprensa argentina.

No trecho que gerou a discussão, Santos diz acreditar que "no Paraguai ainda necessitamos atravessar um período de consolidação institucional para podermos discutir certas coisas, como, por exemplo, o tema da regulação dos meios".

Para o titular da pasta de Comunicação, "interpretar que estamos apoiando um plano de regulação a partir dessa declaração é uma mentira".

Hoje, Santos ainda reconheceu que sempre haverá tensões entre o governo e a imprensa livre e independente, mas que o importante é garantir a publicação de "informações verídicas, obtidas mediante procedimentos éticos".