Otan pede libertação de civis e barcos de frota atacada

Agência AFP

BRUXELAS - O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, pediu nesta terça-feira a Israel que liberte "imediatamente" os civis e os barcos detidos após o ataque contra a frota de ajuda humanitária que navegava em direção a Gaza.

"Somo minha voz aos pedidos das Nações Unidas e da União Europeia a favor de uma investigação rápida, imparcial, confiável e transparente sobre o incidente" no qual nove pessoas perderam a vida, disse Rasmussem em um comunicado divulgado em Bruxelas.

"Em primeiro lugar, peço a libertação imediata dos civis e dos barcos detidos em Israel", acrescentou.