México decreta prisão de marido de brasileira assassinada

Agência AFP

CANCÚN - A Justiça mexicana decretou nesta segunda-feira a prisão do produtor americano Bruce Beresford-Redman, acusado de assassinar sua esposa, a brasileira Mônica Burgos, no balneário de Cancún, informou o procurador Francisco Alor Quezada.

Beresford-Redman fugiu do México para os Estados Unidos em meados de maio.

"Os elementos que têm a Procuradoria Geral de Justiça do Estado (PGJE) são suficientes para se emitir uma ordem de prisão contra Beresford por homicídio qualificado com agravo de Mônica Burgos", destacou Quezada.

O corpo de Mônica Burgos foi encontrado no dia 8 de abril em uma caixa d''água de um luxuoso hotel de Cancún, depois de Bruce ter denunciado seu desaparecimento.

Bruce Beresford-Redman, apontado como o principal suspeito do crime, foi colocado em liberdade provisória, mas teve seu passaporte retido para não sair do México.

Após permanecer por alguns dias no México, Bruce fugiu para os Estados Unidos, de onde só voltará ao território mexicano se for "extraditado", revelou na semana passada seu advogado, Raul Cárdenas