Secretário britânico renuncia após escândalo com verba pública

Portal Terra

LONDRES -

O secretário do Tesouro britânico, David Laws, apresentou neste sábado sua renúncia depois depois de protagonizar um escândalo por ter utilizado dinheiro público para pagar o aluguel de imóveis de propriedade de seu namorado.

"Não vejo como posso continuar com meu importante trabalho de orçamento e revisão das despesas enquanto tenho que atender as consequências privadas e públicas das recentes revelações", disse Laws.

Esta é a primeira baixa ministerial do governo liderado pelo primeiro-ministro conservador David Cameron. Logo após a divulgação da renúncia, Cameron disse que Laws é um homem de "honra" e manifestou sua confiança de que no futuro possa voltar a servir em seu governo. Segundo o comunicado divulgado pelo Tesouro, o liberal-democrata Danny Alexander substituirá Laws.

Em sua carta de renúncia, Laws explica que "as últimas 24 horas foram muito difíceis e angustiantes para mim e pensei muito cuidadosamente em quais medidas tinha que tomar (pelo melhor) interesse do governo e de meus eleitores e, o mais importante, das pessoas que eu amo". "Por isso, decidi apresentar minha renúncia".

Por sua parte, em nota divulgada à imprensa, Cameron acrescentou que "no pouco espaço de tempo que o senhor esteve no Tesouro, ajudou, colocando o governo no correto caminho para fazer frente ao déficit, que representa um risco para a economia".

O agora ex-secretário do Tesouro disse hoje que tinha a intenção de devolver o dinheiro, que a imprensa britânica calculou em cerca de 40 mil libras (45.600 euros).

"Apesar de vivermos juntos, não nos consideramos cônjuges, não compartilhamos contas bancárias e certamente temos vidas sociais separadas", ressaltou o comunicado de Laws. "No entanto, aceito que isto possa ser interpretado de outra maneira e vou devolver imediatamente os custos do aluguel e outros custos de alojamento que reivindiquei", acrescentou.

"Lamento muitíssimo pela situação, aceito que não deveria ter solicitado (o pagamento de) minhas despesas desta maneira e peço desculpas", disse.