Primeiro-ministro turco cancela visita à Argentina

Agência AFP

ANCARA - O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, decidiu cancelar sua visita à Argentina, indicou a agência Anatólia neste domingo.

Erdogan deveria viajar para a Argentina depois de sua visita ao Brasil e se reunir na segunda-feira com a presidente Cristina Kirchner.

A agência Anatólia indicou que o gabinete de Erdogan explicará em um comunicado o motivo do cancelamento.

O jornal turco Hurriyet indicou em seu site que Erdogan desistiu de sua visita depois que as autoridades argentinas cancelaram a inauguração de um busto do fundador do Estado turco, Mustafa Kemal Ataturk, em Buenos Aires, cedendo, segundo o diário, à pressão da comunidade armênia no país.

As relações entre Turquia e Armênia se mantêm conturbadas há décadas devido ao massacre de armênios pelo Império Otomano, que Erevan classifica de "genocídio".

A Argentina, junto com o Uruguai, é um dos países que consideram "genocídio" o massacre de armênios praticado em 1915, uma classificação que a Turquia rechaça categoricamente.