Chega a 65 número de mortos em acidente de trem na Índia

Agência AFP

NOVA DÉLHI - O governo da Índia confirmou a morte de pelo menos 65 pessoas no choque entre dois trens na manhã desta sexta-feira em West Midnapore, distrito do Estado de West Bengal, a 135 quilômetros de Calcutá, região leste do país.

O secretário estadual de Interiores, Samar Ghosh, disse que o total de vítimas pode subir ainda mais, já que os trabalhos de resgate ainda não terminaram e pelo menos 200 outras pessoas apresentam ferimentos entre graves e leves.

O trem de passageiros descarrilou após passar por um trecho quebrado dos trilhos, quando viajava da cidade de Calcutá para Mumbai. O acidente aconteceu à 1h30 desta sexta-feira pelo horário local (17h de quinta em Brasília), quando a locomotiva e outros treze vagões do trem descarrilaram.

As autoridades indianas suspeitam que o acidente tenha sido causado por uma sabotagem das vias por parte da guerrilha maoísta que atua na região.

A ministra de Ferrovias, Mamata Banerjee, que visitou o local do acidente, anunciou uma ajuda econômica de 500 mil rúpias (cerca de US$ 10.750) para as famílias de cada um dos mortos, e uma indenização de 100 mil rúpias para os feridos.