Uruguaios comparecem às urnas para eleições departamentais

Portal Terra

DA REDAÇÃO - Cerca de 2,5 milhões de uruguaios são esperados hoje nos 6.891 colégios eleitorais do país, abertos às 8h locais mesmo horário de Brasília, para as eleições de autoridades departamentais e municipais. As informações são da agência Ansa.

Neste turno, serão eleitas 19 autoridades departamentais e, pela primeira vez, 89 prefeitos. As urnas devem ser fechadas às 19h30 locais e os primeiros oficiais são esperados após a meia-noite.

Disputam os cargos mais de 90 candidatos de cinco partidos políticos, entre eles a governante Frente Ampla, e os principais opositores do país, partidos Nacional e Colorado.

Segundo pesquisas divulgadas antes do pleito, a coalizão governista, do presidente José Mujica, seria a favorita para conquistar as administrações de Canelones, Maldonado, Rocha, Florida, Treinta y Tres, Salto e Paysandú.

Ainda de acordo com consultas locais, Ana Olivera, única candidata à prefeitura de Montevidéu, pode se tornar hoje a primeira mulher eleita para este posto. "Os latino-americanos fazemos tudo no último momento, mas vamos aprendendo", afirmou o presidente do país, ao emitir seu voto na manhã de hoje.

Mujica afirmou ainda que estas votações são "um experimento", referindo-se à inexpressiva campanha eleitoral, mas "a próxima terá uma disputa mais intensa". Esta é a primeira vez que os uruguaios elegem 89 prefeitos de cidades com mais de cinco mil habitantes. As votações foram possíveis a partir da lei de descentralização aprovada no último ano.