Uribe: Palavra "guerra" com os vizinhos "não existe" para a Colômbia

Agência AFP

BOGOTÁ, COLÔMBIA - O presidente colombiano, Alvaro Uribe, disse este sábado que para a Colômbia "a palavra guerra não existe" e menos ainda contra vizinhos, ao mesmo tempo em que destacou a cooperação do Equador para enfrentar o terrorismo e o narcotráfico.

"A palavra guerra não existe entre nós. Menos contra irmãos e vizinhos", disse Uribe, durante ato público na cidade de Cúcuta, na fronteira com a Venezuela, no qual também agradeceu aos venezuelanos pela deportação de dois "delinquentes que fizeram muito mal à Colômbia".

Uribe acrescentou que a "única pretensão" de seu governo, que termina em 7 de agosto, é "concluir com sucesso o processo de reconstrução plena das relações com o Equador".

Na quinta-feira, Uribe já havia feito declarações semelhantes, durante evento em Medellín (400 km a noroeste de Bogotá).

O Equador rompeu relações com a Colômbia depois do ataque colombiano a um acampamento rebelde das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em uma área fronteiriça com seu território, em 1º de março de 2007. O ataque deixou 25 mortos, entre eles Raúl Reyes, número dois da guerrilha.

Os vínculos bilaterais foram restabelecidos ao nível de encarregados de negócios em novembro passado.