Caso Polanski: Suíça espera notificação de tribunal americano

Agência AFP

GENEBRA - A Suíça aguarda a informação oficial dos Estados Unidos sobre o veredicto de um tribunal de apelação americano que rejeitou petição do cineasta Roman Polanski de ser julgado à revelia, o que abre caminho para uma eventual extraditação.

A informação foi transmitida à AFP pelo porta-voz do ministério suíço da Justiça, Folco Galli.

Polanski é acusado, nos Estados Unidos, de ter mantido "relações sexuais ilegais" com uma menor, em 1977.

O cineasta, de 76 ans, detido no dia 26 de setembro passado, ao chegar a Zurique, cumpre, atualmente, detenção domiciliar em seu chalé da estação de inverno suíça Gstaad.