Erupção vulcânica na Islândia cai a nível insignificante

Agência AFP

REYKJAVIK - A emissão de cinzas pelo vulcão islandês Eyjafjöll, que paralisou o tráfego aéreo na Europa, é insignificante no momento, apesar da continuidade da erupção, afirmou o sismólogo islandês Pall Einarsson.

"A emissão de cinzas diminuiu. É realmente insignificante neste momento", declarou Einarsson, sismólogo do Instituto de Ciências da Terra, durante uma entrevista coletiva organizada pelo governo islandês em Reykjavik.

"Mas o vulcão não está adormecido. Os abalos sísmicos são mais fortes que nunca", acrescentou.

"Não vemos sinal de um fim da erupção e não podemos prever quando cessará. Algumas pessoas darão respostas, mas se o fizerem, estas serão falsas", prosseguiu.

O pequeno vulcão Eyjafjöll, situado em uma geleira do sul da Islândia, entrou em erupção em 14 de abril, com uma enorme emissão de cinzas que paralisou o tráfego aéreo na Europa pelo temor de que as partículas danifiquem os motores dos aviões.

Segundo a proteção civil islandesa, a erupção perdeu 80% da intensidade desde sábado.