Motores de aviões não estão certificados para resistir às cinzas

Agência AFP

PARIS - Os motores dos aviões são sensíveis às cinzas expelidas pelos vulcões, mas a certificação atual não leva em consideração este fenômeno, considerado muito raro, explicou nesta terça-feira o presidente da Safran, uma das maiores empresas do mundo responsáveis pela produção de motores.

- Os motores são protegidos de elementos como chuva, granizo, areia. As cinzas de vulcões são acontecimentos muito raros e variáveis - explicou Jean-Paul Herteman, presidente da Safran, empresa matriz da produtora de motores de aviões Snecma.

- Os motores são máquinas que aspiram uma quantidade extraordinária de ar. São sensíveis a partir de um certo nível de ingestão de cinzas - disse Herteman.

No entanto, a resistência às cinzas vulcânicas não entra nos critérios de certificação de motores impostos pelas autoridades.

- É um tema não tratado pelos regulamentos de certificação aérea e civil - explicou.