Tailândia: manifestantes são reprimidos com bombas de gás

Agência AFP

BANGCOC - As forças de ordem tailandesas usaram nesta sexta-feira bombas de gás lacrimogêneo e jatos de água contra manifestantes reunidos em torno da sede de uma rede de televisão.

Segundo a Polícia, cerca de 12mil "camisas vermelhas", que exigem a renúncia do primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva, se reuniram diante da sede da "Rede do Povo" (PTV), rede de televisão via satélite que teve suas transmissões cortadas na quinta-feira pelas autoridades. Os manifestantes exigem a retomada das transmissões.

Segundo uma jornalista da AFP, cerca de 4.000 policiais e militares recorreram a jatos de água e a bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

Imagens ao vivo da televisão exibiam os manifestantes na sede da PTV, cercada pelas forças de segurança.