Papa disposto a se reunir novamente com vítimas de abusos

Agência AFP

CIDADE DO VATICANO - O papa Bento XVI está "disposto a se reunir novamente com as vítimas" de abusos sexuais cometidos por padres ou religiosos, declarou nesta sexta-feira o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, em uma declaração à Rádio Vaticano.

"Como parte da assistência fornecida às vítimas, o papa escreveu que está disposto a se reunir novamente com elas", declarou o padre Lombardi.

Em sua carta aos fiéis irlandeses, divulgada em meados de março após os escândalos de pedofilia que causaram consternação nesse país, o papa já havia dito que estava "disposto" a se reunir com as vítimas, como fez com aqueles que sofreram abusos semelhantes durante suas viagens a Estados Unidos e Austrália em 2008.

O padre Lombardi afirmou um pouco antes que a Igreja Católica devia "manter sua colaboração" com a Justiça, "único meio de restabelecer a confiança".

"A transparência e o rigor se impõem como exigências urgentes para testemunhar uma gestão sábia e justa da Igreja", acrescentou.