Zapatero envia condolências por vítimas de chuvas no Rio

Agência AFP

MADRI - O chefe do governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, expressou nesta quarta-feira "condolências" pelas vítimas das fortes chuvas que atingem o Rio de Janeiro, em um telegrama enviado ao presidente Luiz Inacio Lula da Silva, onde oferece ajuda.

"Quero expressar, em nome do Governo espanhol e em meu próprio nome, nossas mais sentidas condolências pela tragédia ocasionada pelo temporal que afetou o estado do Rio de Janeiro, causando tantas vítimas, mortos e danos materiais", diz o telegrama, divulgado pelo ministério da Presidência espanhol.

"Saiba que estamos à sua inteira disposição para contribuir, se considerar necessário, com a ajuda e a colaboração que julgar oportunas", acrescentou Zapatero, que expressou a Lula "todo o afeto e a solidariedade do Governo e do povo espanhol".

Segundo o último balanço fornecido nesta quarta-feira pelas autoridades, as fortes chuvas que afetam o Rio de Janeiro desde segunda-feira deixaram até o momento 102 mortos, dezenas de feridos e 400 pessoas que perderam suas casas; outras 1.400 precisaram ser desalojadas.