Tailândia: camisas Vermelhas invadem Parlamento

Jornal do Brasil

BANGCOC - Manifestantes tailandeses que exigem o afastamento do primeiro-ministro realizaram uma impressionante demonstração de força quarta-feira, introduzindo-se no pátio do Parlamento e obrigando personalidades do governo a serem evacuadas de helicóptero.

Os camisas vermelhas , favoráveis ao ex-primeiro-ministro no exílio, Thaksin Shinawatra, nunca pareceram tão fortalecidos, enquanto seu movimento entra na quarta semana e o poder demonstra querer evitar os confrontos, a qualquer preço.

Cerca de 5 mil manifestantes utilizaram um caminhão para derrubar os grades da Casa, de acordo com o secretário-gerla do Parlamento Pitoon Pumhiran.

Menos de uma hora mais tarde, dois helicópteros Blackhawk enviados pelo 11º regimento de infantaria do Exército, pousaram atrás do prédio. Em menos de 15 minutos, várias personalidades, entre elas o vice-primeiro-ministro Satit Wonghnongtaey, e o porta-voz do governo, Panitan Wattanayagornm, foram retirados.

A oposição vem realizando manifestações cada vez maiores para pressionar pelo retorno do ex-premier desde sábado, quando ocupou um bairro turístico de Bangcoc, paralisando a atividade de hotéis de luxo e de centros comerciais e causando perdas calculadas em milhões de dólares.