Polícia colombiana confisca milionário patrimônio de tráfico

JB Online

BOGOTÁ - A Polícia Nacional Colombiana (PNC) informou hoje

sobre o confisco de 150 propriedades do narcotráfico valorizadas em quase 34 milhões

de dólares.

Segundo o comunicado institucional, o confisco abarca posses dos sujeitos nomeados

Ernesto Tavera e Daniel Barreira, alias El Loco, todas adquiridas com dinheiro

proveniente do comércio ilegal com drogas.

Entre os bens ocupados em diferentes zonas do país figuram 98 propriedades

vinculadas a uma pessoa sancionada, mas já falecida, e também 54 patrimônios

pertencentes a um bando encabeçado por Barreira.

Porta-vozes da PNC mencionaram umas 30 propriedades com mais de 10 mil hectares, 17

apartamentos, 16 casas, 15 negócios de comida e 60 veículos, além de locais e

escritórios, entre outros imóveis e fazendas.

Tavera morreu em 2000 e era considerado junto com Alberto Gamboa, alias Caracol, e

Salomón Camacho, O Velho, como líder do narcotráfico na região da cordilheira

oriental.

Colômbia tem sido catalogada por autoridades internacionais como o maior produtor de

cocaína no continente americano, um inventario ilegal que flui principalmente para

os Estados Unidos, onde esperam uns dois milhões de usuários.

(PRENSA LATINA)