Número de mortos no Chile sobe para 486, devido a terremoto

Da Redação, JB Online

SANTIAGO - De acordo com o Ministério do Interior do Chile, o número de mortos identificados após o terremoto e conseguinte tsunami que atingiu o centro e o sul do país em 27 de fevereiro, subiu para 486.

O anúncio, feito na tarde desta quarta-feira, foi realizado após uma reunião do subsecretário do Interior, Rodrigo Ubilla, com o ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter.

O relatório anterior cifrava em 432 o número de mortes confirmadas. A lista oficial de desaparecidos passou de 98 para 79 pessoas no relatório atual.

O terremoto de 8,8 graus na escala Richter e o posterior tsunami que assolaram o centro e o sul do Chile também deixaram um saldo de 800 mil desabrigados e perdas em torno de US$ 30 bilhões.