Igreja africana não escapa dos escândalos de pedofilia

Agência AFP

JOHANNESBURGO - A Igreja Católica africana não escapa dos escândalos de pedofilia, declarou o chefe da Conferência Episcopal da África Austral, Buti Tlhagale, segundo uma homilia difundida nesta quarta-feira em Johannesburgo.

"Sei que a Igreja da África sofre dos mesmos males", afirmou o arcebispo de Johannesburgo, ao se referir aos "escândalos dolorosos da Igreja da Irlanda ou da Alemanha".

"A má conduta dos sacerdotes africanos não foi exposta pela mídia com a mesma visibilidade que no resto do mundo", destacou Tlhagale.