EUA e Rússia selam quinta-feira um novo tratado nuclear

Agência AFP

PRAGA - Os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Rússia, Dmitri Medvedev, assinam quinta-feira, em Praga, na República Tcheca, o novo tratado Start sobre a redução de seus arsenais nucleares, um ano depois do apelo ao mundo feito pelo líder americano para que as armas nucleares sejam extintas.

Para os dois países, a assinatura do acordo é a base da reativação das relações entre russos e americanos, fortemente deterioradas durante a Presidência de George Bush.

Obama assinará o acordo menos de 48 horas depois de ter anunciado uma nova doutrina nuclear, segundo a qual os EUA recorreriam à arma atômica apenas em circunstâncias extremas , para defender seus interesses vitais e os de seus aliados.

A assinatura solene do novo tratado Start, que substitui o acordo firmado em 1991 expirado em 5 de dezembro, será realizada ao meio-dia (7h de Brasília) no Castelo de Praga, sede da Presidência tcheca.

Obama, Prêmio Nobel da Paz 2009, volta a Praga um ano depois de ter pronunciado naquela cidade um discurso sobre a proliferação de armas nucleares, que assentou as bases do novo Start. O novo tratado reduz o número de ogivas nucleares que cada país possui a 1.500.

A cerimônia será antecedida por uma reunião bilateral dos dois chefes de Estado. De acordo com o chanceler russo, Serguei Lavrov, a assinatura do novo Start ilustra o novo grau de confiança entre os dois antigos adversários da Guerra Fria.

Condição

Mas Lavrov advertiu que seu país se reserva o direito de se retirar do novo tratado de desarmamento se o escudo antimísseis americano ameaçar seu potencial nuclear.

A Rússia terá o direito de deixar o tratado Start se o desenvolvimento quantitativo e qualitativo do potencial de defesa antimísseis dos Estados Unidos começar a pesar sobre a eficácia das forças nucleares estratégicas ressaltou o ministro.

Este assunto comprometeu gravemente as relações entre russos e americanos durante muitos anos. Washington congelou em setembro um projeto de escudo antimísseis, muito criticado pela Rússia, mas Moscou assegura que manterá sérias interrogações sobre seus novos planos.

Medvedev chegou a Praga quarta-feira à noite. Já Obama chegaria quinta-feira pela manhã na cidade (4h, no horário de Brasília). À tarde, ele se reúne com onze líderes de países do centro e do leste europeus.

Cerca de 5 mil policiais estão mobilizados em Praga desde quarta-feira, segundo o chefe da polícia tcheca, Oldrich Martinu.

Praga, o Castelo de Praga e as residências dos embaixadores americano e russo estarão entre os lugares mais seguros do mundo afirmou Martinu na terça-feira.