Nova York reforça segurança no metrô após atentados em Moscou

Agência AFP

NOVA YORK - A polícia de Nova York reforçou nesta segunda-feira as medidas de segurança no sistema de metrôs da cidade após os atentados no metrô de Moscou, que mataram 37 pessoas.

- Em resposta aos atentados com bomba em Moscou, a polícia de Nova York está aumentando a cobertura policial no sistema de metrôs da cidade - anunciou o porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York, o tenente John Grimpel.

Grimpel explicou que não existe uma ameaça concreta contra Nova York e destacou que as medidas adotadas são uma "precaução".

O porta-voz policial não revelou detalhes das novas medidas de segurança, mas no passado representaram mais agentes nas estações, com aumento das revistas e uso de cães farejadores para detectar explosivos.

Na manhã desta segunda-feira, duas mulheres-bomba detonaram explosivos em duas estações do metrô de Moscou e mataram pelo menos 37 pessoas.

No ano passado, as autoridades americanas desbarataram um complô para a execução de atentados no sistema de metrô de Nova York. Um homem que disse ter sido treinado pela Al-Qaeda foi declarado culpado e a sentença deve ser anunciada este ano.