Atentados de Moscou parecem vinculados a insurgentes do Cáucaso

Agência AFP

MOSCOU - Os atentados suicidas que mataram pelo menos 37 pessoas nesta segunda-feira no metrô de Moscou foram provavelmente executados por "grupos terroristas" vinculados aos insurgentes do Cáucaso, afirmou o diretor dos Serviços de Inteligência russos (FSB), Alexander Bortnikov.

- Segundo a versão preliminar, os atentados foram cometidos por grupos terroristas vinculados à região do Cáucaso Norte. Privilegiamos esta versão - declarou Bortnikov.

Os serviços de inteligência russos acreditam que as duas mulheres-bomba que detonaram explosivos em duas estações do metrô moscovita eram naturais desta região, uma parte da Rússia majoritariamente muçulmana, cenário de uma violenta insurgência nos últimos anos.