Iraque: ex-premier da oposição vence legislativas por estreita margem

Jornal do Brasil

CABUL - A coalizão secular do ex-primeiro-ministro Iyad Allawi venceu as eleições legislativas iraquianas de março ao conseguir 91 cadeiras no Parlamento, enquanto seu adversário, o atual primeiro-ministro, Nuri al Maliki, obteve 89 assentos, segundo a comissão eleitoral. Os resultados apertados prenunciam uma longa disputa pela formação do novo governo.

A Aliança Nacional Iraquiana (ANI), que agrupa vários partidos religiosos xiitas, ficou em terceiro lugar, com 70 cadeiras, enquanto a Aliança Curdistana, união dos dois grandes partidos curdos, obteve 43 posições.

O enviado especial da ONU ao Iraque, Ad Melkert, afirmou que as eleições legislativas foram confiáveis, e pediu que os candidatos aceitem os resultados.

Felicitamos o povo iraquiano por esse êxito declarou.

A pequena diferença de votos entre os principais candidatos pode provocar uma crise política. Sexta-feira, 42 pessoas morreram e 65 ficaram feridas em dois atentados à bomba perto de Baqouba, norte de Bagdá, segundo o comando das forças de segurança da província e um médico.