Avião com hospital de campanha para o Chile pode decolar hoje

Agência Brasil

RIO - O avião que vai transportar as estruturas do hospital de campanha da Marinha para o Chile aguarda autorização do governo chileno para decolar do Rio de Janeiro, segundo informações da Embaixada do Brasil no Chile. O avião deverá levar 22 médicos, além de enfermeiros e auxiliares para socorrer as vítimas do terremoto.

Segundo informações da embaixada, o avião deverá retornar do Chile com brasileiros em situação de risco. O avião tem capacidade para transportar 96 passageiros.

A Força Aérea Brasileira e a Marinha não confirmaram o horário no qual a aeronave deverá partir para o Chile.

Cerca de 800 pessoas morreram em decorrência do terremoto de 8,8 graus na escala Richter, que atingiu o país no último sábado. Do total de mortos, 587 são da região de Maule a mais atingida , 92 são de Bío Bío, 48 de O'Higgin, 38 da região metropolitana, 20 de Valparaíso e 14 de Araucanía.