Chile começa a distribuir água, alimentos e roupas

Agência Brasil

SANTIAGO - A presidente do Chile, Michelle Bachelet, anunciou que será instalada hoje uma ampla rede de distribuição de água, alimentos, cobertores, roupas e outros produtos de primeira necessidade para as vítimas do terremoto que atingiu o país. O sistema de distribuição será montado nos hospitais de campanha espalhados nas 30 regiões afetadas.

O material será enviado às áreas mais isoladas do Chile por meio de aviões, duas fragatas e um barco da Marinha.

Desde o último sábado, quando ocorreram o terremoto e as sequências de abalos, pelo menos 723 pessoas morreram, e há ainda desaparecidos e desabrigados. O governo do Chile calcula que aproximadamente 1,5 milhão de casas foram danificadas e 2 milhões de pessoas foram afetadas pelos tremores.

Estradas e pontes do país foram destruídas, dificultando ainda mais o acesso às áreas mais atingidas pelos tremores de terra e os tsunamis. As regiões mais afetadas são o Sul e o Centro do país.