Mais quatro soldados da Otan mortos no Afeganistão

Agência AFP

CABUL - Quatro soldados da Otan morreram nesta segunda-feira no Afeganistão em vários atentados e combates, o que eleva a 105 o número de soldados estrangeiros mortos desde o início de 2010, anunciou em Cabul a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan. A Otan não informou as nacionalidades dos soldados mortos.

Dois soldados morreram em um ataque no oeste do Afeganistão e um terceiro em um ataque com arma de fogo no sul, informou a Isaf em um comunicado.

Pela manhã, um soldado da Otan morreu em um atentado suicida com um carro-bomba dirigido por dois talibãs contra um comboio da Isaf na província de Kandahar, no sul, um ataque que também matou quatro civis.

Desde o início de 2010, 105 soldados estrangeiros morreram no Afeganistão. O ano de 2009 foi, de longe, o mais sangrento para as forças internacionais em oito anos de guerra, com 519 mortos.