Colesterol alto forçará Obama a cortar a sobremesa

Agência AFP

WASHINGTON - O presidente americano, Barack Obama, se deixou seduzir pelas sobremesas preparadas pelos cozinheiros da Casa Branca e agora terá que controlar o apetite, informou nesta segunda-feira seu porta-voz, depois que um exame demonstrou que o chefe de Estado está com colesterol elevado.

Obama, de 48 anos, foi submetido no domingo a exames em um hospital militar. Seu médico afirmou que seu ilustre paciente tem "uma excelente saúde e boa para o trabalho", embora deva "manter seus esforços para parar de fumar" e adaptar seu regime alimentar para reduzir uma de suas taxas de colesterol, o "LDL", atualmente em 138, acima do limite de 130.

"A taxa de colesterol ruim estava levemente mais elevada do que antes", indicou nesta segunda-feira o porta-voz da Casa Branca Robert Gibbs, bombardeado de perguntas pelos jornalistas sobre este assunto durante a coletiva diária à imprensa.

Segundo Gibbs, o presidente "será o primeiro a contar a vocês que exagerou um pouco nos cheesebúrgueres (...) e nas sobremesas no ano passado", acrescentou o porta-voz.

"A maioria das pessoas diria que é mais fácil comer quando se tem (comida) disponível. E eu acho que ele (Obama) teve acesso fácil a guloseimas e doces no ano passado", continuou Gibbs, reforçando que os cozinheiros da Casa Branca "fazem sobremesas deliciosas".

"Acho que ele comeu mais do que deveria", acrescentou.

"A boa notícia é que a taxa (de colesterol) está apenas um pouco acima do que o médico recomendaria. Portanto, (...) ele terá que dizer mais 'não' este ano quando estiver diante de um bolo", afirmou o porta-voz.

Quanto ao hábito de fumar de Obama, Gibbs garantiu que "o presidente continua a mascar chicletes de nicotina" e lembrou as declarações do chefe de Estado, que no ano passado disse que tinha parado de fumar, mas que tem "recaídas" de vez em quando.

O exame que Obama fez no domingo foi o primeiro a que o presidente se submeteu desde que iniciou seu mandato. Seu médico recomendou que ele faça um novo exame em agosto de 2011, quando ele completará 50 anos.