Mais 11 militares são presos na Turquia por conspiração

Agência AFP

ISTAMBUL - Um tribunal turco ordenou a detenção de mais 11 militares por uma suposta conspiração contra o governo conservador islâmico em 2003, com o qual chega a 31 o número de pessoas detidas neste caso, informou nesta sexta-feira a agência Anatólia.

Nove oficiais da ativa, dos quais dois são almirantes, e dois militares da reserva, um deles general, estão no grupo de onze pessoas colocadas em prisão preventiva após terem prestado depoimento na Procuradoria, segundo a mesma fonte.

Um coronel foi colocado em liberdade por motivos médicos.

As acusações contra os suspeitos serão divulgadas quando a instrução do caso for concluída.

Na quinta-feira à noite, a Anatólia anunciou que duas autoridades militares da reserva que estavam entre os presos haviam sido colocadas em liberdade por ordem da Procuradoria após um interrogatório. Trata-se dos ex-chefes da Marinha e da Aeronáutica, Ozden Ornek e Ibrahim Firtina, respectivamente.