Justiça veta referendo sobre nova reeleição de Álvaro Uribe

Portal Terra

BOGOTÁ - A Justiça colombiana vetou um possível terceiro mandato do presidente Álvaro Uribe. Em decisão tomada nesta sexta-feira, os magistrados do Tribunal Constitucional informaram que o governo não poderá convocar um referendo para decidir sobre mais uma reeleição do presidente.

De acordo com o jornal colombiano El Tiempo, o referendo foi vetado por 7 votos, do total de 9 juízes votantes. As irregularidades na campanha para coletar assinaturas do referendo, sobretudo a violação dos limites eleitorais, foram determinantes para a decisão.

Com o veto ao referendo e a impossibilidade de Uribe concorrer a um terceiro mandato, é dada a largada para a campanha presidencial na Colômbia, que estava condicionada à votação desta sexta-feira.

Segundo o El Tiempo, a partir de agora, a Colômbia conta com sete candidatos presidenciais: Juan Manuel Santos, Rafael Pardo, Sergio Fajardo, Gustavo Petro, Germain Vargas e os vencedores das consultas conservador Partido Verde. O primeiro turno das votações deve ocorrer no último domingo de maio.