Pequim diz que Washington deve reparar danos após visita do Dalai Lama

Agência AFP

PEQUIM - A China pediu nesta terça-feira aos Estados Unidos uma reparação dos danos provocados nas relações bilaterais, pelo encontro, semana passada, do presidente americano Barack Obama com o Dalai Lama, líder do budismo tibetano.

- A China pede que os Estados Unidos considerem seriamente a posição da China e adotem medidas confiáveis para reparar os danos provocados pelo encontro - afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Qin Gang.

Também pediu a Washington a adoção de "medidas concretas para manter o bom nível das relações China-EUA".