Obama reúne líderes para desbloquear reforma da saúde

Agência AFP

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reunirá nesta quinta-feira líderes do Congresso com a esperança de tirar do bloqueio a reforma do sistema de saúde - eixo principal de sua política interna.

Republicanos e democratas foram convidados a Blair House, a residência dos dignitários estrangeiros de visita aos Estados Unidos, perto da Casa Branca, para reunião destinada, segundo Obama, a "pôr sobre a mesa" ideias para fazer avançar o tema.

A Câmara de Representantes e o Senado aprovaram no final de 2009 uma versão diferente do projeto de reforma. Mas, o necessário processo de fusão dos textos foi interrompido pela perda, no dia 19 de janeiro, da maioria de 60 cadeiras num total de 100, que tinham os democratas no Senado.

Aproveitando-se de seu novo poder de bloquear a adoção de leis, os republicanos exigem a retomada das negociações a partir do zero, denunciando projetos que, segundo eles, constituem tomada de controle por parte do Estado de um sistema de saúde até agora dominado por seguradores privados.

Na segunda-feira, a Casa Branca publicou em seu site uma nova versão da reforma.

O debate desta quinta-feira será transmitido ao vivo pela televisão, seguindo um princípio de "transparência", informou a Casa Branca.