Escombros no Haiti encheriam mil caminhões diários durante mil dias

Agência AFP

PORTO PRÍNCIPE - O terremoto no Haiti deixou milhões de metros cúbicos de escombros e para despejá-los seria necessário encher mil caminhões diários durante mil dias, afirmou o general canadense Nicolas Matern, subcomandante da Força de Tarefas Conjuntas no devastado país.

Matern disse que o terremoto de 12 de janeiro criou entre 20 e 25 milhões de metros cúbicos de escombros. - O suficiente para encher cinco Superdomes - declarou, em referência ao estádio de Nova Orleans que abrigou milhares de pessoas depois da passagem do furacão Katrina em 2005.

- Em outros termos, mil caminhões durante mil dias - acrescentou.

Montanhas de escombros bloqueiam bueiros e canais em Porto Príncipe e nos arredores, cruciais para a prevenção de inundações com o início das fortes chuvas em maio.

Milhares de desabrigados vivem em acampamentos em áreas baixas e passariam por uma situação ainda mais precária no caso de inundações.

Matern disse que a demanda por casas é tão urgente antes do início da temporada de chuvas que a retirada de escombros será centrada na necessidade de criar novos campos de refugiados.

Na segunda-feira, o coronel americano Gregory Kane informou que finalmente o Haiti tem caminhões suficientes, assim como a vizinha República Dominicana, para remover os escombros.