Irã cogita construir novas usinas de enriquecimento de urânio

Agência AFP

TEERÃ - O Irã estuda construir duas novas usinas de enriquecimento de urânio, com capacidade igual à de Natanz (centro), no próximo ano iraniano, que começa em 21 de março, anunciou o diretor da Organização Iraniana de Energia Atômica (OIEA).

- Inshalah (Se Deus quiseer) é possível que comecemos no próximo ano iraniano a construção de duas usinas de enriquecimento, por ordem do presidente Mahmud Ahmadinejad - declarou Ali Akbar Salehi.

- Cada uma destas duas usinas terá a mesma capacidade da usina de enriquecimento de Natanz - completou.

Natanz, a única usina de enriquecimento do Irã, pode conter até 50.000 centrífugas.

- Contemplamos utilizar novas centrífugas nestas duas usinas - disse Salehi. Ele afirmou ainda que as centrais serão construídas nas montanhas, como proteção contra qualquer ataque.

As grandes potências ocidentais suspeitam que o programa nuclear iraniano tem fins militares, mas a República Islâmica afirma que o mesmo tem objetivo apenas civil.