Zelaya deve deixar Honduras ao final do mandato

JB Online

RIO - Parte do acordo feito entre o presidente eleito de Honduras, Porfirio Lobo, e o presidente deposto Manuel Zelaya, inclui que, Zelaya deixe o país na semana que vem, segundo ele mesmo declarou nesta quarta-feira.

Refugiado na embaixada do Brasil em Tegucigalpa, desde setembro, Zelaya foi derrubado por militares em junho.

Após o golpe, o novo presidente foi eleito em pleito não reconhecido pelo Brasil e por outros países latino-americanos, pois foi realizado pelo governo que substituiu Zelaya.

O acordo também prevê que Zelaya, seus familiares e seus principais seguidores poderão entrar na República Dominicana em 27 de janeiro, dia que Lobo toma posse. Zelaya foi expulso do país por tentar alterar a Constituição e disputar um novo mandato.