Toque de recolher para enterrar mais de 400 mortos

Jornal do Brasil

LAGOS, NIGÉRIA - As autoridades nigerianas suspenderam parcialmente ontem o toque de recolher total na cidade de Jos, para permitir que milhares de moradores voltassem para suas casas depois que confrontos entre cristãos e muçulmanos que deixaram pelo menos 460 mortos nos últimos dias.

A forte presença militar e policial ajudou a restaurar a calma na cidade, capital do Estado do Planalto (centro do país), e há quase um dia inteiro não há relatos de violência.

A Cruz Vermelha estima que 17 mil pessoas tenham se refugiado em faculdades, hospitais e escolas desde o início dos confrontos, no domingo. O toque de recolher agora é limitado entre 17h e 10h.

Funerais

A relativa calma permitiu que alguns estabelecimentos comerciais reabrissem e que famílias se reunissem, mas a cidade permanece tensa ontem, com centenas de soldados e policiais nas ruas.

Funcionários de mesquitas aproveitaram a trégua de ontem para se deslocar até comunidades próximas, com o objetivo de sepultar os mortos.