Pnud emprega haitianos em obras de reconstrução no país

Julia Borba, Rádio das Nações Unidas

NOVA YORK - O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, anunciou que contratou 400 haitianos para auxiliar na ajuda humanitária em áreas ao sul da capital Porto Príncipe danificadas pelo terremoto.

Segundo o Pnud, a contratação dos trabalhadores deve colaborar com a economia local. Outras 700 pessoas também serão empregadas até o fim desta semana.

A diretora regional do Pnud para a América Latina e o Caribe, Rebeca Grynspan, anunciou que os haitianos irão receber US$ 100 por mês, o equivalente a quase R$ 180.

Grynspan disse ainda que aposta no caráter humanitário das contratações e que o sucesso da iniciativa está baseado na organização da comunidade local.

A agência da ONU informou que os trabalhos abrangem desde a remoção de entulho à instalação de infraestrutura básica na cidade.

O Coordenador Humanitário das Nações Unidas, John Holmes, afirmou que 121 pessoas foram salvas até agora por equipes de resgate que trabalham no Haiti.

Holmes ressaltou que a prioridade ainda é a busca por sobreviventes, a distribuição de suprimentos, água, remédios e abrigo. Um milhão de suplementos alimentares já foram distribuídos.