Chávez pede que Piñera respeite Venezuela

Agência ANSA

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, pediu respeito ao próximo mandatário chileno, Sebastián Piñera, que manifestou "diferenças" sobre "a forma como se pratica a democracia" no país caribenho.

- Peço respeito ao que foi decidido soberanamente pelo povo da Venezuela, a exemplo do que ocorreu também no Chile - declarou Chávez.

- Faço um apelo para que Piñera não se meta com a gente. Governe o Chile e faça o que tem que fazer - afirmou o venezuelano.

Para Chávez, é natural que Piñera não concorde com a maneira como é feita a política na Venezuela, já que o futuro presidente chileno é um "empresário muito rico".

- Ele é um empresário muito rico e é impossível que esteja de acordo com uma revolução socialista na Venezuela - argumentou.

O governante venezuelano disse ainda que "não é muito recomendável que um empresário tão rico seja presidente de um país".

Chávez ressaltou que os Estados Unidos estão "abrindo alas" para governantes de direita na América do Sul, mas garantiu que "o Chile não se transformará em uma plataforma de ataques contra a Venezuela".

Piñera, dono de uma fortuna avaliada em US$ 1,2 bilhão, foi eleito presidente do Chile no domingo, quando derrotou no segundo turno o candidato governista, Eduardo Frei. Ele tomará posse no dia 11 de março.