Fiocruz vai enviar 40 toneladas de medicamentos para o Haiti

Agência Brasil

BRASÍLIA - A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deve enviar ainda esta semana 40 toneladas de medicamentos para o Haiti. São antibióticos, analgésicos, antiinflamatórios, anti-hipertensivos, sais para reidratação oral e escabicidas (usados no combate à sarna), produzidos pelo Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos) da fundação.

O carregamento será dividido em kits com 24 medicamentos, e o Ministério da Saúde ficará encarregado de despachar a carga. Farmanguinhos já tinha feito doação parecida quando enviou 4,71 toneladas de remédios à Faixa de Gaza em janeiro de 2009.

A Fiocruz ainda não sabe quando os medicamentos chegarão ao Haiti. O aeroporto de Porto Príncipe está sobrecarregado, e as estradas que ligam o país à vizinha República Dominicana estão congestionadas. Os Estados Unidos assumiram o controle aéreo da região, o que gerou reclamações do governo brasileiro.