Aviões americanos jogam suprimentos para população do Haiti

Agência Brasil

PORTO PRÍNCIPE - O Exército dos Estados Unidos começou a jogar de aviões suprimentos de ajuda ao Haiti, dias após ter descartado essa alternativa por considerá-la muito arriscada. Cerca de 14 mil refeições prontas e 15 mil litros de água potável foram jogados da aeronave militar C-17 sobre uma área segura ao noroeste da capital Porto Príncipe.

As autoridades militares norte-americanas estão agora avaliando a possibilidade de ampliar a entrega de ajuda por via aérea para outras regiões do país.

Na semana passada, o secretário da Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, havia descartado a possibilidade de jogar alimentos de aeronaves, alegando que, sem um esquema de distribuição da ajuda em solo, isso poderia criar ainda mais problemas, como brigas e tumultos.

Ontem, 2,2 mil marines norte-americanos desembarcaram no Haiti, juntamente com equipamentos para remoção de escombros, suprimentos médicos e helicópteros. De acordo com a Casa Branca, mais de 11 mil militares já estão em solo, em navios na costa do país ou a caminho.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, recomendou ao Conselho de Segurança a incorporação de 1,5 mil novos policiais e de 2 mil soldados à força de paz da organização, que já contava com 9 mil homens.