Mulher que derrubou Papa tentou ataque em 2008, diz Vaticano

Portal Terra

VATICANO - A mulher que derrubou o papa Bento XVI durante a missa do Galo, realizada na noite dessa quinta-feira, também teria tentado atacá-lo em 2008, segundo afirmou o porta-voz do Vaticano. Ela foi contida ao pular as barreiras de proteção e está sob a custódia da polícia local.

Ela derrubou o papa Bento XVI enquanto ele caminhava em direção ao altar da Basílica de São Pedro para iniciar a Missa do Galo.

O reverendo Ciro Benedettini disse que Bento XVI rapidamente se levantou e não ficou ferido. O Papa, 82 anos, calmamente continuou a caminhada e começou a missa.

Aparentemente, ela desejava apenas se aproximar do Papa, sem más intenções. A mulher aparenta ter problemas mentais, afirmou o porta-voz. O cardeal Roger Etchegaray também foi derrubado e foi para o hospital para exames.