Filho de Berlusconi diz que teve medo quando viu pai sendo agredido

Agência ANSA

ROMA - O filho do primeiro-ministro italiano, e vice-presidente da empresa de telecomunicações, Midiaset, Pier Silvio Berlusconi, disse em uma entrevista publicada hoje pela imprensa italiana, que teve medo quando viu o pai, Silvio Berlusconi, na televisão.

- Tive medo quando o vi na TV - disse o filho do premier em uma entrevista ao jornal Corriere della Sera, comentando a agressão que Berlusconi sofreu na semana passada.

- Quando vi meu pai com o rosto ensanguentado tive realmente medo. A agressão é filha de um clima político depreciativo que está sob os olhos de todos e que espero contribua para que fique menos dramático - disse Píer Silvio Berlusconi.

No domingo, 13 de dezembro, o premier italiano foi agredido no rosto, com uma miniatura do Duomo (catedral) de Milão, após um comício, fraturando o nariz e dois dentes, além de ter ferimentos no lábio superior.

Berlusconi ficou internado em Milão, no hospital San Raffaele, até a última quinta-feira.