Ministro da Defesa diz que militares são a 'melhor parte do país'

Agência ANSA

ROMA - O ministro da Defesa da Itália, Ignazio La Russa, afirmou que os oficiais que arriscam a própria vida em missões militares são 'a melhor parte do país'.

- Sinto orgulho de falar à melhor parte da nação, que arrisca a própria vida - destacou o ministro, ao discursar hoje para os membros da 46ª Brigada Aérea, da Aeronáutica Militar Italiana (AMI), localizada na cidade de Pisa, região da Toscana.

La Russa viajou até o município para se reunir também com os familiares das cinco vítimas do acidente aéreo que ocorreu ontem próximo aeroporto de Pisa.

A aeronave militar, de modelo Hercules C-130, caiu por volta das 14h10 (11h10 em Brasília) enquanto realizava uma atividade de treinamento. Estavam a bordo três pilotos e dois assistentes.

O ministro definiu que o encontro foi "um simbólico abraço meu às famílias destes rapazes, de homens que agora estão junto aos outros falecidos das Forças Armadas. Estão na nossa memória, estão aqui presentes".

La Russa ressaltou que, em todas as vezes em que é informado de algum acidente, "espera que seja o último".

Ao ser questionado por jornalistas sobre as investigações para apontar o motivo da queda da aeronave, o ministro comentou que isto não é o mais importante.

- Eu sei que se trata de uma fase de treinamento muito avançada e que pode acontecer alguma coisa, um problema técnico ou uma não perfeita sincronia entre os dois pilotos, que eram certamente pessoas muito espertas - admitiu.

- Nestes casos, a mim pouco interessa saber as razões do acidente. O que é certo é que eles deram sua vida ao próprio trabalho, às Forças Armadas e à Pátria - defendeu La Russa.