Autoridades italianas confirmam cinco mortes na queda de avião militar

Agência ANSA

ROMA - Os cinco passageiros que estavam a bordo do avião da Aeronáutica italiana, que caiu esta tarde nas proximidades da província de Pisa, centro do país, não sobreviveram, segundo informaram fontes militares.

A queda foi registrada por volta das 14h10 locais (11h10 no horário de Brasília), bem próximo ao aeroporto de Pisa, que no momento permanece fechado.

De acordo com fontes do Estado-Maior da Aeronáutica, havia cinco pessoas a bordo do avião (um Hercules C-130), que caiu sobre uma linha ferroviária, entre as localidades de Coltano, Pisa e Le Rene.

Dois helicópteros da polícia uniformizada sobrevoavam a região em busca dos destroços, que foram lançados em um raio de cerca de 150 metros. Antes de cair, a aeronave também colidiu contra fios de alta tensão.

Bombeiros e equipes de resgate trabalham no local para conter o incêndio, ocasionado pela colisão, e recuperar as vítimas. Até o momento foram encontrados três corpos.

O ministro da Defesa, Ignazio La Russa, já foi informado da situação e disse estar em contato com as autoridades para obter informações detalhadas.