Acordo para troca de presos Israel-Hamas estaria próximo

REUTERS

JERUSALÉM - Israel abrandou suas exigências para uma troca de prisioneiros com o Hamas, e os dois inimigos estão perto de fechar um acordo para a troca de centenas de detentos palestinos por um soldado israelense que está sendo mantido refém na Faixa de Gaza, disseram autoridades nesta segunda-feira.

Uma delegação do Hamas, o grupo islâmico que controla a Faixa de Gaza, foi ao Egito para uma reunião com autoridades de segurança egípcias com o objetivo de discutir o acordo, que vem sendo mediado pelo Egito e pela Alemanha.

Autoridades próximas das negociações disseram que Israel concordou em incluir na troca pelo soldado israelense Gilad Shalit cerca de 160 prisioneiros cuja libertação vinha sendo vetada até agora.

Shalit foi capturado por militantes palestinos que entraram em Israel em 2006 por um túnel, vindos da Faixa de Gaza. Israel vem condicionando qualquer afrouxamento importante de seu bloqueio ao território à devolução do soldado.