ONU vai retirar centenas de funcionários do Afeganistão

REUTERS

NOVA YORK - A ONU afirmou nesta quinta-feira que iniciará a retirada de centenas de membros de sua equipe internacional do Afeganistão depois que um ataque dos militantes do Talibã matou cinco pessoas da organização no mês passado. O porta-voz da ONU, Aleem Siddique, afirmou que a Organização das Nações Unidas deslocará cerca de 600 dos seus quase 1.100 funcionários internacionais, com alguns sendo colocados em áreas mais seguras dentro do Afeganistão enquanto o resto será retirado do país.

- A ONU tem estado no Afeganistão por meio século e não sairemos agora. O povo afegão quer que fiquemos - disse Siddique à Reuters.

O número é menor que os 900 funcionários indicados anteriormente a serem retirados. Um comunicado da ONU diz que a organização não detalhará as novas medidas, e acrescentou: 'Espera-se que essas medidas envolvam deslocamentos no curto prazo para algumas equipes enquanto é implementada segurança adicional'.