Uruguai: candidato governista define estratégia para segundo turno

Agência ANSA

MONTEVIDÉU - O candidato da coalizão governista Frente Ampla às eleições presidenciais uruguaias, José Mujica, se reuniu com a atual bancada parlamentar da aliança e com os legisladores eleitos para ajustar a estratégia em vista do segundo turno, de 29 de novembro.

Do encontro participaram também o candidato a vice de Mujica, o ex-ministro da Economia Danilo Astori, e oito prefeitos de municípios administrados pela Frente Ampla.

A coalizão decidiu formar equipes de trabalho que irão percorrer o país para explicar os principais pontos do programa de governo proposto pelo candidato. Outro tema que já está em discussão são as eventuais comissões que surgiriam caso a Frente Ampla, do atual mandatário Tabaré Vázquez, conquistasse seu segundo governo.

- Talvez seja esta a primeira reunião do próximo governo - disse Mujica na reunião realizada ontem. Ele pediu também que os legisladores "continuem construindo um projeto que é a continuidade do que temos hoje".

Outra investida da campanha eleitoral será o discurso de "harmonia e equilíbrio" gerados pelo voto à Frente Ampla, que permitiria a sintonia entre os Poderes Executivo e Legislativo, já que a coalizão obteve a maioria parlamentar nas eleições do último dia 25.

Mujica, senador e ex-guerrilheiro tupamaro, iniciará nos próximos dias uma viagem pelo interior do Uruguai. No primeiro turno, ele obteve cerca de 48% dos votos, não atingindo a maioria absoluta necessária para ser eleito. Na próxima votação, irá enfrentar o ex-presidente Luis Lacalle, do Partido Nacional, que obteve 29% das preferências.