Marinha de Israel intercepta navio carregado com armas

REUTERS

JERUSALÉM - A Marinha israelense interceptou um navio carregado de armas a cerca de 160 quilômetros de sua costa no Mar Mediterrâneo e o levou até um porto em Israel, informaram militares israelenses nesta quarta-feira.

Informações não confirmadas divulgadas pela imprensa israelense descreveram a embarcação como um navio de contêineres cuja carga incluía mísseis e outros tipos de munição vindas do Irã e destinadas para a Síria ou para o grupo guerrilheiro Hezbollah, no Líbano, que travou uma guerra em 2006 com Israel.

- Durante a noite, a Marinha avistou, durante checagens de rotina, um navio cargueiro levando a bandeira de Antígua a 100 milhas (160 quilômetros) da costa israelense - disse uma porta-voz militar.

- Eles suspeitaram que ele carregava armas e, depois de uma inspeção inicial, munições foram encontradas. O navio foi levado ao litoral - disse a porta-voz.

Fontes militares disseram que a embarcação atracou no porto mediterrâneo de Ashdod, ao sul de Tel Aviv.

A emissora de TV israelense Channel 10 disse que Israel tinha informações antecipadas sobre o navio. Fontes militares afirmaram que comandos navais abordaram a embarcação em águas internacionais.

Autoridades israelenses acreditam que o Hezbollah está se rearmando desde o conflito de 2006, no qual o grupo disparou cerca de 4 mil foguetes contra Israel.

Questionado sobre o armamento encontrado no navio, uma autoridade israelense de defesa disse: 'É maior que armas pequenas, mas não estamos dando detalhes no momento'.