Afeganistão: Karzai promete governo limpo e convoca talibãs

REUTERS

CABUL - No primeiro discurso público após ter sido declarado reeleito, o presidente afegão, Hamid Karzai, convocou os 'irmãos talibãs' a voltar ao país e prometeu liderar um governo 'limpo'. - Fazemos um apelo a nossos irmãos talibãs para que voltem a seu país e abracem sua terra - declarou Karzai. Ele disse ainda que quer remover o estigma da corrupção.

Karzai também prometeu formar um governo que inclua todos os que querem trabalhar com ele, sejam eles simpatizantes ou membros da oposição.

O presidente reeleito enfatizou que teria sido melhor se seu rival, o ex-ministro do Exterior, Abdullah Abdullah, não tivesse desistido de participar do segundo turno da eleição, marcado para 7 de novembro.

Na segunda-feira, a Comissão Eleitoral Independente cancelou o segundo turno da eleição, um dia depois de Abdullah Abdullah ter desistido da disputa sob a alegação de que não havia "condições mínimas" para evitar fraudes no segundo turno.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, felicitou Karzai pela reeleição e pediu ao líder afegão para "escrever um novo capítulo" no governo do país.