Uruguai: Frente Ampla confirma maioria no Congresso

Jornal do Brasil

MONTEVIDÉU - Com todas as urnas já apuradas no Uruguai, a coalizão governista Frente Ampla confirmou a maioria parlamentar no país, obtida na eleição realizada há uma semana, de acordo com dados oficiais.

Encerrada a contagem total dos votos, a Frente Ampla obteve 47,96% da preferência do eleitorado, o que permite ao partido a ocupação de 16 de um total de 30 assentos no Senado, e de 50 cadeiras das 99 existentes na Câmara dos Deputados.

O segundo colocado nas eleições foi o Partido Nacional, que obteve 29,07% da preferência do eleitorado uruguaio. O resultado permite que seus parlamentares ocupem nove cadeiras no Senado e 30 na Câmara dos Deputados.

O tradicional Partido Colorado ficou em terceiro lugar, obtendo a peferência de 17,02% do eleitorado, podendo contar com um total de cinco senadores e 17 deputados federais.

Os outros dois assentos na Câmara dos Deputados serão destinados ao Partido Independente, que conseguiu obter 2,49% dos votos.

Em números absolutos, a Frente Ampla recebeu 1.105.277 votos, contra 669.944 do Partido Nacional, 392.307 do Colorado e 57.360 do Independente.

A apuração uruguaia levou uma semana para ser concluída. A demora se deu em consequência dos chamados votos considerados , aqueles dados pelos mesários que não puderam comparecer a suas respectivas zonas eleitorais.

De acordo com a Corte Eleitoral do Uruguai, 89,96% dos cerca de 2,5 milhões de eleitores que estavam habilitados a votar compareceram às urnas.

Disputa presidencial

Na disputa presidencial, os candidatos mais bem colocados foram José Mujica, da Frente Ampla, e Luis Lacalle, do Partido Nacional, que voltarão a se enfrentar no segundo turno, marcado para o dia 29 de novembro.