Manifestantes invadem centro de eventos em Teerão e criticam governo

Agência Brasil

TEERÃ - Manifestantes contrários ao atual presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, invadiram o principal espaço para eventos do país, o Mosala Khomeini, acompanhados do candidato, da oposição, derrotado nas últimas eleições presidenciais Mehdi Karubi. Eles gritavam "morte ao ditador", referindo-se ao atual presidente, e questionavam a derrota do segundo candidato, Mir Hussein Mussavi, no pleito que ocorreu há aproximadamente quatro meses.

Cerca de mil pessoas se juntaram aos manifestantes que quebraram alguns estandes da 16ª Feira Internacional de Imprensa e Jornalismo, em Teerã, na capital do país. O evento reúne jornalistas de 35 países, que representam 1,5 mil jornais e agências de notícias de todo o mundo. Eles andaram por toda feira para mostrar a insatisfação com o resultado das eleições.